você está em: Sade Notcias

Outubro Rosa

09/10/2017

clique para aumentar
ou diminuir o texto



O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.

No Paraná, são realizadas ações de conscientização durante todo o mês de outubro. A finalidade é fazer com que cada vez mais pessoas recebam informações sobre a doença e realizem exames preventivos e o devido tratamento.



Exame clínico das mamas

Sinta suas mamas no dia a dia para reconhecer suas variações naturais e identificar as alterações suspeitas. Em caso de alterações persistentes, procure a Unidade de Saúde.

O exame clínico das mamas é parte do exame físico da mulher. Qualquer alteração suspeita deve ser prontamente investigada.

O que é câncer de mama?

Assim como outras neoplasias malignas, é o resultado de uma proliferação incontrolável de células anormais.

É o tipo mais comum, depois do câncer de pele, e também o que causa mais mortes por câncer em mulheres.

Há vários tipos de câncer de mama. Alguns se desenvolvem rapidamente e outros não. A maioria dos casos tem boa resposta ao tratamento, principalmente quando diagnosticado e tratado no início.

Sinais e sintomas



  • Caroço (nódulo), geralmente sem dor;
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
  • Alterações no bico do peito (mamilo);
  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;
  • Saída de líquido anormal das mamas. 


Mamografia de rastreamento
Mamografia é uma radiografia das mamas, capaz de visualizar alterações suspeitas.
Recomendada para mulheres de 50 a 69 anos.


O que é Câncer do Colo do Útero?

O câncer do colo do útero é uma multiplicação anormal das células que se desenvolve na parte inferior do útero, chamada “colo”, que fica no fundo da vagina.

A infecção pelo vírus HPV (Papiloma Vírus Humano), transmitido na relação sexual tem relação importante com o desenvolvimento do câncer do colo do útero.

A transmissão do vírus HPV ocorre por via sexual, o uso da camisinha (preservativo) feminina ou masculina protege contra a infecção.

A transmissão também poderá ocorrer por contato com a pele da vulva, a região perineal e a bolsa escrotal.

Exame preventivo

O preventivo é a principal alternativa para o diagnóstico precoce. É o exame do colo do útero para identificar possíveis lesões causadas pelo HPV. É colhido material do colo e enviado para análise no laboratório.

  • Indicado para mulheres entre 25 e 64 anos que já tiveram atividade sexual; 
  • Os dois primeiros exames devem ser feitos com intervalo de um ano;
  • Após dois anos com resultados normais, o exame passará a ser feito a cada três anos;
  • O exame pode ser feito durante a gravidez se estiver na época recomendada.

Outras formas de prevenção

A vacina contra o HPV está disponível gratuitamente para meninos e meninas de acordo com a faixa etária; para a população de 9 a 26 anos que vive com HIV/Aids, em tratamento de câncer ou transplantados.

No sexo feminino, a vacina protege contra o câncer de colo de útero, que atualmente é o 3º mais frequente e a 4ª causa de morte por câncer em mulheres no Brasil. Para o sexo masculino protege contra os cânceres de garganta, pênis e ânus. Além disto, previne mais de 98% das verrugas genitais.

Estima-se que 28% dos casos de câncer possam ser prevenidos por mudanças na alimentação e inclusão de atividade física no cotidiano.


O cuidado é para todos

Travestis e transexuais também podem desenvolver o câncer de mama e do colo do útero.

A prótese de silicone utilizada tanto por transgêneros quanto por mulheres deve ser vista como um fator a mais para a realização periódica de exames de prevenção, pois este material tente a dificultar a percepção de nódulos no seio.

Os homens precisam saber que o câncer de mama não é restrito apenas às mulheres, independente do sexo, todas as pessoas estão sujeitas a desenvolver a doença.

Procure a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência para realizar exames de rastreamento e o devido tratamento.

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde do Paraná

Cadastre seu email e receba nosso informativo

Voluntários da Pátria, 475 22ºandar | sala 2211 | 80020-926 | Fones: (41) 3232 4821 |  (41) 3521 5460