CASA: cuidados ao adquirir e usar a panela de presso

20/10/2011

clique para aumentar
ou diminuir o texto

Utensílio básico de uma cozinha, a panela de pressão requer atenção do consumidor na hora da compra e alguns cuidados para que seja eficiente, durável e segura.

Assim, quando for adquirir o produto, o Procon-PR recomenda que o consumidor verifique se ele apresenta o selo do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial), que é obrigatório desde setembro de 2009.

Em razão do elevado número de relatos de acidentes, o Inmetro desenvolveu este selo com o objetivo de proteger o consumidor. Ele é concedido a empresas que se adequaram às regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e indica que o produto passou por testes de segurança e esta apto ao uso.

As panelas de pressão devem ter os seguintes dados marcados de maneira clara e permanente: nome do fabricante ou símbolo de identificação; capacidade volumétrica e a pressão nominal de trabalho; número da norma do Inmetro; Identificação que garanta a rastreabilidade do produto (lote, no de série).

A tampa, cabo ou alças também podem apresentar um aviso alertando o consumidor para a leitura das instruções do manual antes de colocar a panela em uso. Por isso, é preciso verificar se o manual em português acompanha o produto e tem uma linguagem clara e acessível, com informações de abertura e fechamento da panela, cuidados, manutenção e capacidade máxima para cozimento.

Evite acidentes

Alguns cuidados devem ser tomados na utilização adequada do utensílio e assim evitar acidentes comuns como a explosão da panela que, além dos prejuízos materiais, pode causar danos físicos.

O consumidor precisa estar atento e sempre usar a proporção de água e o tempo de permanência no fogo indicados pelo fabricante no manual. O recomendado é usar 65% da capacidade do produto. Assim, se uma panela tem capacidade para cinco litros, o volume de água a ser utilizado é de três litros. Lembrando que nunca se deve abrir a panela antes de verificar se está totalmente sem pressão.

Enquanto estiver no fogo, é preciso observar se a válvula funciona corretamente.

Caso contrário, deve se desobstruir a passagem de ar levantando a válvula manualmente. A válvula deve ser trocada a cada cinco anos.

O posicionamento do cabo da panela também é importante, e ele deve estar sempre voltado para o interior do fogão e nunca para fora, evitando que, acidentalmente, a panela caia ao chão.

Os resíduos de gordura precisam ser removidos da válvula de pressão para não ocorrer obstrução e a borracha e a tampa devem ser lavadas separadamente. A borracha tem vida útil de cerca de três meses, mas é preciso inspecioná-la para verificar se apresenta alguma falha.

Procon PR

Cadastre seu email e receba nosso informativo

Voluntários da Pátria, 475 22ºandar | sala 2211 | 80020-926 | Fones: (41) 3232 4821 |  (41) 3521 5460